Arquivo para healing brush

Altair Hoppe >> A mágica do Content-Aware do Photoshop CS5

Posted in Photoshop, Tutoriais with tags , , , , , on junho 12, 2010 by Altair Hoppe

A mais impressionante das ferramentas do novo Photoshop CS5, sem dúvida, é o Content-Aware. Fotógrafos e profissinais de imagem estão estarrecidos com a rapidez e precisão dela. Basta fazer a seleção na área da imagem a ser removida, ativar o comando e pronto! Parece mágica, mas na verdade é uma ferramenta bem desenvolvida e de certa forma “inteligente”. Embora, após usar já fico com aquela a impressão de que vamos precisar de comandos adicionais para fazer ajustes finos nas imagens. Por enquanto, quando a ferramenta não dá o resultado perfeito recorremos ao velho e bom Carimbo (Clone Stamp) ou ao Pincel de Recuperação (Healing Brush). Mas isso não é um grande problema, o importante é que temos uma ferramenta que está agilizando muito o nosso fluxo de trabalho.

Para matar a curiosidade, vamos ver um exemplo disso na prática. Observe a imagem abaixo. Nela podemos fazer duas edições com o Content Aware: ou remover o casal de “velhinhos” ou remover o banco. Neste caso, optamos pela remoção do casal.

Então, o primeiro passo é criar uma seleção ao redor do casal, e isso fiz com a ferramenta Lasso Tool (L), sem muita precisão mesmo, até porque isso não é tão necessário neste exemplo.

A seguir, basta acessar o menu Edit (Editar) e selecionar o comando Fill (Preencher). Quando abrir a caixa de diálogo, observe se na opção Use está ativado o Content-Aware. Se sim, basta confirmar o comando.

Em alguns segundos a imagem está pronto, perfeita, sem erros de transição ou falhas de luminosidade. E se caso isso acontecesse, bastaria selecionar uma ferramenta de edição e fazer os pequenos ajustes. Veja o antes e depois da edição.

Mas isto quer dizer que o Content-Aware funciona em qualquer imagem? Não é bem assim. Dependendo da complexidade do fundo ou das áreas próximas a área selecionada o Content-Aware pode se confundir e a edição final ficar errada. Se isso acontecer, devemos voltar ao processo de edição e remoção tradicional (Carimbo ou Healing). O truque é escolher as ferramentas mais produtivas para fazer as edições, caso elas não funcionem, aí partimos para processos mais lentos com outros filtros e comandos. O objetivo é qualidade e rapidez, quando possível, ótimo, se não, paciência e dedicação.